Pages

dezembro 30, 2010

Feliz 2011 . . .

dezembro 25, 2010

Mensagem de Natal

É Natal e o que você fez ?

Enquanto estamos em nossa casas, confortaveis e satisfeitos, como estão as pessoas nas ruas, e nos abrigos sem conforto e com fome. Pense nisso, faça uma boa ação leve um pouco de amor e carinho a estas pessoas. As nossas crianças, inocentes, se esquecem do espirito de caridade e humildade. Devemos mostrar a elas que são nosso futuro que podemos acima de tudo, ser mais fieis a nossos principios e nossos sentimentos de Amor e Paz interior.

Pense, nisso! É Natal e o que você fez ?

DeMolay Paulo Oliveira, do Capítulo Vazante N. 634, atuando como Papai Noel, em Projeto Conjunto com a Pastoral da Criança.

dezembro 10, 2010

E Agora DeMolay?

E agora DeMolay?
o tempo passou,
a maioridade chegou,
a força sumiu,
a porta se fechou,
e agora, DeMolay?
e agora, Sênior DeMolay?
você que defende os princípios,
que lidera os outros,
você que faz os sermões,
que ama e se diverte,
e agora, DeMolay?

Está sem lugar,
está sem argumento,
está sem horas,
já não pode atuar,
já não pode votar,
a indecisão apareceu,
a luz não veio,
a escolha não veio,
o caminho não esta claro,
não veio o sonho,
e tudo se findou,
e todos se foram,
e tudo mudou,
e agora, DeMolay?

E agora, DeMolay?
Sua sabedoria,
Seu momento de glória,
seu sucesso,
seu fracasso,
seus pecados,
suas habilidades,
seus sentimentos,

seu anti-senso,
seu ego - e agora ?

Com uma escolha a frente,
os caminhos a seguir,
existem muitas opções,
quer ir além,
viver além,
mas não existe além,
falando nisso, não há mais além!
DeMolay, e agora?

Se você recomeçar,
se você gritar,
se você se exaltar,
se você mudar,
se você cansar,
se você morrer,
DeMolay, você não morre,
Você é eterno, DeMolay!

Sozinho, nas trevas
como cinzas ao leu,
sem medo,
sem parede de vidro,
sem restrição,
sem carruagem de ouro,
que anda como o vento,
Você corre, DeMolay!
DeMolay, para sempre.

Por Paulo Júnio de Lima

novembro 13, 2010

Amigo !

Quando você estiver triste...  
Eu vou te ajudar a planejar uma vingança contra o f.d.p.que te deixou assim.
Quando você me olhar com desespero... 
 
Eu vou enfiar o dedo na sua goela e te fazer por pra fora o que estiver te engasgando. 

Quando você sorrir... 
 
Eu vou saber que você deu uns pega em alguém ou em alguma coisa. 

Quando você estiver confuso.... 
 
Eu vou explicar pra você com palavras bem simples porque eu sei o quanto você é devagar. 

Quando você estiver doente... 
 
Fique bem longe de mim até se curar. Eu não quero pegar o que quer que você tenha.

Quando você cair... 
Eu vou apontar pra você e me mijar de rir. 
    


Você me pergunta, 'Por quê?'  Porque você é meu amigo!!!


Email recebido de elifazgo14@...

As Melhores Coisas do Mundo

Os filmes brasileiros sempre me surpreenderão. Neste final de semana, em casa curtindo o sábado, um filme me chamou a atenção pelo nome As Melhores Coisas do Mundo, e lendo a sinopse vi que era uma produção brasileira de Laís Bodanzky (Bicho de Sete Cabeças), no elenco Denise Fraga, Fiuk e Francisco Miguez (Protagonista) entre outros nomes. O filme retrata a nossa passagem confusa pela adolescência, e para o jovem "Mano", muito mais complicada que para alguns jovens da mesma idade. O roteiro é retratado principalmente no mundo escolar, onde deparamos com o mundo virtual dos blogs e dos celulares, no bullying mascarado pelas brincadeiras e na intensa busca pela descoberta sexual. Para mim a melhor coisa do mundo é estar ao lado de meus amigos e para você ?
Paulo Júnio de Lima

novembro 12, 2010

Vítima de Bullying será acompanhada em Escola, SP


Estudante vítima de bullying assistirá a aulas acompanhado da mãe em SP
Menino de 9 anos frequenta colégio de Rubiácea, no interior de SP.

Decisão foi tomada pela Polícia Civil, Conselho Tutelar e a escola.

Um estudante de 9 anos de Rubiácea, a 558 km da capital paulista, que vinha sofrendo bullying por parte de colegas de escola, vai assistir às aulas junto com a mãe. Essa foi a solução encontrada pela Polícia Civil, Conselho Tutelar e a escola para que o garoto não seja reprovado.

A partir do próximo ano, o menino deve estudar em outra escola, em Guararapes. A polícia ouviu professores, alunos e funcionários da escola. O delegado Getúlio Nardo, responsável pelo caso, informou que todos se comprometeram a evitar situações semelhantes na escola. De acordo com ele, a polícia procurou agir de maneira a educar, em vez de punir os estudantes.

Bullying - Provocações sem Limites


Como é do conhecimento de todos, o Tema Anual da Ordem DeMolay, é contra o Bullying e o Abuso Infantil. Ontem, quando estava a caminho da faculdade, e levei um filme para compartilhar com os colegas de trajeto, chamado Bullying – Provocações sem Limites. Por incrível que pareça o filme prendeu a atenção de todos. Trata-se da história de Jordi, jovem que perde o Pai e muda-se com a Mãe para outra cidade, na Espanha, um mundo novo, novos amigos e uma vida a ser atormentada pelos novos colegas de classe.

Um filme que mostra claramente os Abusos e Agressões que as pessoas são capazes de cometer contra um ser humano. E porque ?

Esta claro que muitas vezes negligenciam o Bullying, a própria Escola não admite que seus alunos sofram e praticam. Por serem modelos de Educação. A vitima não admite por medo. Pois são intimidadas e sentem vergonha, aqueles que se faz de forte, se tornam os mais fracos psicologicamente. Os colegas não denunciam, pois, muitas vezes não tem conhecimento do que é o Bullying. E o Agressor, este se alimenta do prazer em se torna superior ao outro.

E nós DeMolays, qual o nosso papel diante dessa situação ?

Nós devemos lembrar do nosso dever para com a sociedade, devemos lembrar de nossos princípios e juramentos. Devemos lembra que a finalidade da Ordem DeMolay vai alem das paredes de uma Sala Capitular.

O Bullying assim como o Abuso Infantil (que é uma forma de Bullying), devem ser tratados em nossas comunidades. E uma forma de fazer isto, é através da informação e da conscientização, que Denunciar, de forma anônima ou não, é o principal meio de deter essa praga jovial.

Recomendo o Filme a todos, e espero que todos em suas cidades e suas casas, busquem contribuir para o fim do abuso. Não fique calado, diga NÃO, ao Bullying e ao Abuso Infantil, Eduque para a PAZ!

Paulo Júnio de Lima
Comissão Especial do Ano DeMolay 2010/2011.
Gabinete Nacional 2010/2011.

julho 29, 2010

Livro: A Conspiração do Graal

A jornalista Cotten Stone descobre por acaso uma escavação arqueológica que a leva à descoberta do Santo Graal. Uma notícia quente como essa logo se transforma num pesadelo, quando a preciosa relíquia é roubada, obrigando-a a ir em busca do segredo por trás do poder do Graal. Dos desertos do Iraque ao majestoso Coliseu na Cidade Eterna e à resplandecente vida noturna de South Beach, no sul da Flórida, a repórter novata da SNN, Cotten Stone, está disposta a ir aonde for preciso para obter a sua história. Envolvida na maior reportagem dos últimos dois mil anos, Cotten tem o auxílio de John Tyler, pesquisador de história bíblica e padre de licença das suas obrigações, mas não dos seus votos. Cotten deve descobrir por que motivo pessoas de quem nunca ouviu falar estão lhe dizendo, numa língua secreta compartilhada apenas com a irmã gêmea morta, que ela é ´a única pessoa´, ao mesmo tempo que precisa manter-se um passo à frente de todos aqueles que estão tentando matá-la. Então pode ser que ela consiga a história verdadeira - denunciando a intenção de uma organização secreta de elite em planejar e conduzir um sacrílego Segundo Advento de Cristo - a tempo de impedir o Apocalipse.

Autor: LYNN SHOLES & JOE MOORE


Você sabia ?

A palavra "gravata" é originária da palavra do idioma sérvio-croata hrvat, que por sua vez saiu do alemão Kravat, que finalmente saiu do francês cravate. Em francês, cravate significa gravata e também croata, devido a uma tira de pano que os soldados croatas (mercenários do Exército francês) usavam, amarrada ao pescoço, no século XVII.







A palavra "aluno" tem origem do latim, onde a corresponde a "ausente ou sem" e luno, que deriva da palavra lumni, significa "luz". Portanto, aluno quer dizer sem luz, sem conhecimento.










A figura da Fênix originou-se no Egito, mas foi venerada também pelos gregos. Conta a lenda que a ave era constiuída de fogo e vivia por vários séculos. No fim de sua existência, o grande pássaro queimava em uma pira de ervas mágicas e logo depois renascia das próprias cinzas, sendo então considerada um ser eterno. Essa propriedade mística tornou-a símbolo da imortalidade da alma e também dos anos, que morrem e renascem a cada 365 dias.


Cheques foram criados para proteger patrimônio de ordem cristã. A substituição de moedas por cheques foi feita pela primeira vez pelos Cavaleiros Templários, uma ordem formada por monges guerreiros, criada para defender Jerusalém dos chamados "infiéis", que matava e pilhava em nome de Deus. Com o tempo, os Templários foram adquirindo grandes riquezas, sendo alvos constantes de roubos e ataques durante suas viagens. Para proteger seu patrimônio, eles criaram um documento que poderia ser trocado por moeda corrente com os companheiros de outras cidades, o cheque.

Fonte: Terra.com

julho 26, 2010

Material do Ano DeMolay 2010/11

                            
É com muita alegria que venho divulgar que está a disposição de todos demolays, no site do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a Republica Federativa do Brasil, todo material do Tema Anual 2010/11. O principal foco do Ano DeMolay, contra o Bullying e Abuso Infantil, são as atividades de conscientização e sensibilização da sociedade.


Sugerimos que os Capítulos desenvolvam suas atividades principalmente, nas Escolas, com Concursos de Redação e Desenho. Palestras, Teatros e outras atividades extra-capitulares (campanhas de trânsito com entrega de folders, por exemplo).


Estamos vendo no Brasil, casos de abuso e violência sexual, dentro das proprias casas de familias. Casos absurdos, envolvendo pais e filhos. Vemos jovens nas escolas e faculdades, abusando verbalmente e psicologicamente dos considerados " diferentes ".


E chegada hora de nós DeMolays, mostrarmos que estamos preocupados com nossas crianças e jovens, que serão o futuro do Brasil.

Não se calem. Diga Não ao Bullying e ao Abuso Infantil. EDUQUE PARA A PAZ !


Clique Aqui ! e baixe todo o material da Campanha !

(...) Paulo Júnio de Lima - Mestre Conselheiro Regional 5ª Ofex. GCEMG
Secretário Estadual - Presidente da Escola Mineira de Ritualística

julho 09, 2010

Livro: Bullying - Mentes Perigosas nas Escolas


Todos os dias a vida de milhares de crianças e jovens brasileiros são afetados por um fenômeno cada vez mais comum: o bullying.
De origem inglesa, a palavra bullying corresponde a um conjunto de atitudes de violência física e/ou psicológica que ocorrem nas instituições de ensino. É um tipo de agressão intencional, que ridiculariza, humilha e intimida suas vítimas.
Algumas crianças, por serem diferentes de seus colegas - altos ou baixos demais, gordinhos ou muito magros, tímidos, nerds, mais frágeis ou muito sensíveis -, sofrem intimidações constantes. Discriminados em sala de aula, as vítimas de bullying, na maioria das vezes, sofrem caladas frente ao comportamento de seus ofensores. E as conseqüências podem ser desastrosas: desde repetência e evasão escolar até o isolamento, depressão e, em casos extremos, suicídio e homicídio.
Segundo a psiquiatra Ana Beatriz Barbosa, como é normal que as crianças impliquem uma com as outras, se dêem apelidos e briguem de vez em quando, nem sempre é fácil identificar quando o problema aparece. Por isso, é preciso que pais e professores estejam atentos para que percebam quando brincadeiras sadias, que ocorrem de forma natural e espontânea entre os alunos, se tornam verdadeiros atos de violência e perversidade - apenas alguns se divertem à custa de outros que sofrem.
Em Bullying - Mentes perigosas nas escolas, a Dra. Ana Beatriz faz uma análise profunda sobre um dos tipos de violência cada vez mais noticiado, que precisa com urgência ser combatido. "Além de os bullies - os agressores - escolherem um aluno-alvo que se encontra em franca desigualdade de poder, geralmente este também já apresenta uma baixa autoestima. A prática de bullying agrava o problema preexistente, assim como pode abrir quadros graves de transtornos psíquicos e/ou comportamentais que, muitas vezes, trazem prejuízos irreversíveis. No exercício diário da minha profissão, e após uma criteriosa investigação do histórico de vida dos pacientes, observo que não somente crianças e adolescentes sofrem com essa prática indecorosa, como também muitos adultos ainda experimentam aflições intensas advindas de uma vida estudantil traumática", alerta a psiquiatria.
De forma acessível e muito esclarecedora, o livro faz uma investigação do problema, trazendo informações necessárias aos pais, professores, alunos e profissionais de diversas áreas para identificar esse tipo de violência e suas conseqüências, como também o que se pode fazer para combatê-la.


(...)

julho 08, 2010

Diga não Bullying: Educar para a Paz !

 
 Bullying

Se você se acha o valentão.
Cuidado!
Quem é o valentão acaba no chão.
Se você bate nos pequenos.
Cuidado!
Eles crescerão.
Se você xinga ou ofende alguém.
Cuidado!
Alguém pode ofender você.
Olhe-se no espelho!
O espelho não mente, você é um Ser humano.
Então, não haja como se fosse um animal.
Todos nós fomos feitos à imagem e semelhança de Deus.
Deus não quer ver a sua imagem e semelhança brigando,
xingando e apelidando o próximo.
Somos Iguais!
Seja uma pessoa civilizada.
Diga não ao Bullying!
Diga não à violência!

 Violência na minha casa,
NÃO!!!

Sara, Keila e Regiane - 8ª série “B”


O Abuso Infantil

O abuso infantil, ou maltrato infantil, é o abuso físico e/ou psicológico de uma criança, por parte de seus pais - sejam biológicos ou adotivos - por outro adulto que possui a guarda da criança, ou mesmo por outro adultos próximos à criança (parentes e professores, por exemplo).

O abuso infantil envolve a imperícia, imprudência ou a negligência (estes elementos constituem a definição legal de "culpa") ou um ato praticado com dolo por parte do adulto contra o bem-estar ou a saúde da criança, como alimentação ou abrigo. Também comumente envolve agressões psicológicas como xingamentos ou palavras que causam danos psicológicos à criança, e/ou agressões de caráter físico como espancamento, queimaduras ou abuso sexual (que também causam danos, psicológicos inclusive).

Até muito recentemente, o abuso sexual de crianças era tratado como um assunto proibido na sociedade. Entretanto, de alguns anos pra cá esse tabu vem sendo quebrado, principalmente por conta da ação dos movimentos feministas, visto ser a mulher a vítima mais comum. E o que tem sido encontrado é alarmante, não apenas em freqüência de tais práticas, mas também em termos de conseqüências biopsicossociais. A criança, além de todo o sofrimento durante o abuso sexual, pode sofrer danos a curto e longo prazo; e uma simples intervenção precoce e efetiva pode modificar todo o desenvolvimento da criança. O “poder masculino” na relação de gênero, ou seja, o fato do homem ainda possuir o papel de patrão, de dono e de ser superior à mulher, é fator determinante da violência contra crianças, baseada numa cultura adultocêntrica (o adulto sabe tudo, pode tudo).

O abuso sexual se caracteriza como um ato de violência praticado quando alguém se utiliza de uma criança para sentir prazer sexual e é caracterizado como toda ação que envolver a questão do prazer sexual quando a criança não for capaz ou não tiver idade para compreender, conseqüentemente provocando culpa, vai auto-estima, problemas com a sexualidade, dificuldade em construir relações duradouras e falta de confiança em si e nas pessoas. Com tudo isso, sua visão do mundo e dos relacionamentos se torna muito diferente do jeito das outras pessoas.

Diante do exposto, após tomar conhecimento de uma situação de abuso sexual é importante amparar a vitima, dando apoio, amizade e transmitindo segurança, pois esta criança poderá estar com sua confiança abalada e geralmente não acredita quem alguém possa ajudá-la e procurar ajuda para que possa ser denunciado o caso, pois é denunciando que podemos combater o problema, a omissão, além de permitir a continuidade do abuso e da impunidade do abuso e da impunidade, também é crime, punido por lei. Entretanto, fechar os olhos, colar de fingir que o abuso sexual de crianças “só pode acontecer na família dos outros” e o mesmo que negar sua existência. Deixar de denunciar só favorece sua perpetuação.

(...) Paulo Júnio de Lima - Mestre Conselheiro Regional 5ª Ofex. GCEMG
Secretário Estadual - Presidente da Escola Mineira de Ritualística
 

junho 24, 2010

Palavra do Dia: Cyberbullying

Imagem: revistaescola.com

Bullying é uma situação que se caracteriza por atos agressivos verbais ou físicos de maneira repetitiva por parte de um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo inglês refere-se ao verbo "ameaçar, intimidar".

Todo mundo que convive com crianças e jovens sabe como eles são capazes de praticar pequenas e grandes perversões. Debocham uns dos outros, criam os apelidos mais estranhos, reparam nas mínimas "imperfeições" - e não perdoam nada. Na escola, isso é bastante comum. Implicância, discriminação e agressões verbais e físicas são muito mais frequentes do que o desejado. Esse comportamento não é novo, mas a maneira como pesquisadores, médicos e professores o encaram vem mudando. Há cerca de 15 anos, essas provocações passaram a ser vistas como uma forma de violência e ganharam nome: bullying (palavra do inglês que pode ser traduzida como "intimidar" ou "amedrontar"). Sua principal característica é que a agressão (física, moral ou material) é sempre intencional e repetida várias vezes sem uma motivação específica. Mais recentemente, a tecnologia deu nova cara ao problema. E-mails ameaçadores, mensagens negativas em sites de relacionamento e torpedos com fotos e textos constrangedores para a vítima foram batizados de cyberbullying. Aqui, no Brasil, vem aumentando rapidamente o número de casos de violência desse tipo.


Nesta reportagem, você vai entender os três motivos que tornam o cyberbullying ainda mais cruel que o bullying tradicional.
- No espaço virtual, os xingamentos e as provocações estão permanentemente atormentando as vítimas. Antes, o constrangimento ficava restrito aos momentos de convívio dentro da escola. Agora é o tempo todo.
- Os jovens utilizam cada vez mais ferramentas de internet e de troca de mensagens via celular - e muitas vezes se expõem mais do que devem.
- A tecnologia permite que, em alguns casos, seja muito difícil identificar o(s) agressor(es), o que aumenta a sensação de impotência.

Raissa*, 13 anos, conta que colegas de classe criaram uma comunidade no Orkut (rede social criada para compartilhar gostos e experiências com outras pessoas) em que comparam fotos suas com as de mulheres feias. Tudo por causa de seu corte de cabelo. "Eu me senti horrorosa e rezei para que meu cabelo crescesse depressa."

Esse exemplo mostra como a tecnologia permite que a agressão se repita indefinidamente (veja as ilustrações ao longo da reportagem). A mensagem maldosa pode ser encaminhada por e-mail para várias pessoas ao mesmo tempo e uma foto publicada na internet acaba sendo vista por dezenas ou centenas de pessoas, algumas das quais nem conhecem a vítima. "O grupo de agressores passa a ter muito mais poder com essa ampliação do público", destaca Aramis Lopes, especialista em bullying e cyberbullying e presidente do Departamento Científico de Segurança da Criança e do Adolescente da Sociedade Brasileira de Pediatria. Ele chama a atenção para o fato de que há sempre três personagens fundamentais nesse tipo de violência: o agressor, a vítima e a plateia. Além disso, de acordo com Cléo Fante, especialista em violência escolar, muitos efeitos são semelhantes para quem ataca e é atacado: déficit de atenção, falta de concentração e desmotivação para os estudos.

Esse tormento permanente que a internet provoca faz com que a criança ou o adolescente humilhados não se sintam mais seguros em lugar algum, em momento algum. Na comparação com o bullying tradicional, bastava sair da escola e estar com os amigos de verdade para se sentir seguro. Agora, com sua intimidade invadida, todos podem ver os xingamentos e não existe fim de semana ou férias. "O espaço do medo é ilimitado", diz Maria Tereza Maldonado, psicoterapeuta e autora de A Face Oculta, que discute as implicações desse tipo de violência. Pesquisa feita este ano pela organização não governamental Plan com 5 mil estudantes brasileiros de 10 a 14 anos aponta que 17% já foram vítimas de cyberbullying no mínimo uma vez. Desses, 13% foram insultados pelo celular e os 87% restantes por textos e imagens enviados por e-mail ou via sites de relacionamento.

Texto extraído de: http://revistaescola.abril.com.br/

(...)
Paulo Júnio de Lima - Mestre Conselheiro Regional 5ª Ofex. GCEMG

junho 09, 2010

Sênior DeMolay


Associação DeMolay Alumni Brasil

Há um costume nos Estados Unidos, que não existe no Brasil. Os ex-alunos das universidades, escolas ou colégios se organizam em agrupamentos com a finalidade manterem os laços entre si, e com as suas instituições de origem. O resultado da formação destes agrupamentos é a facilitação dos encontros, festas, eventos e a manutenção dos contatos.

Alumni é a palavra em latim que significa ex-aluno. Por este motivo os egressos das instituições de ensino americanas são conhecidos como Alumni (pronúncia em inglês: “alumnai”). Por exemplo: “Bush é Alumni de Yale”.

Não raro os Alumnis se articulam para a realização de ações sociais. Para ilustrar, podemos destacar os ex-alunos formados em direito de Harvard que atendem gratuitamente ao público hipossuficiente em Nova York. Este tipo de ação benemerente faz com que a sociedade perceba a grandeza da instituição de onde saíram estes Alumnis.

Para entender bem como, e porque, foi organizada a Associação DeMolay Alumni, devemos comentar sobre o papel da Ordem DeMolay.

O objetivo da Ordem DeMolay é, através da lapidação do caráter do caráter do jovem, formar homens de bem, líderes que, ao atingir a maioridade, tornarão o mundo melhor. A Ordem DeMolay é um ambiente fraternal, seguro e sadio, no qual jovens do sexo masculino que tenham entre 12 a 20 anos, aprendem virtudes. Nesta “escola” encontram todas as ferramentas necessárias para promoverem, quando estiverem formados (maioridade), a melhoria da sua comunidade.

Os ensinamentos da Ordem DeMolay não podem ser desperdiçados. Pelo contrário, serão implementados assim que o DeMolay atinge a maioridade. Por isso, todo Sênior DeMolay tem a obrigação moral de dar sua contribuição à sociedade. Dentro dos Capítulos DeMolays o jovem aprendeu as lições teóricas e práticas. Ao atingir a maioridade (21 anos) o líder deverá pôr em prática as lições aprendidas. A omissão de um Sênior DeMolay às questões sociais é um indicativo de que ele não aprendeu a lição da verdadeira liderança.

Em sendo uma escola, a Ordem DeMolay tem seu agrupamento de Alumnis. Foi criado nos Estados Unidos, em 1929, para facilitar as ações sociais dos Sêniores DeMolays em prol da comunidade. A Associação DeMolay Alumni pode, e deve, apoiar a Ordem DeMolay. Isto deve ocorrer sem que haja interferência no aprendizado do jovem DeMolay. Por isso, a ajuda deve acontecer apenas quando a Ordem DeMolay solicitar. É muito importante que os Sêniores saiba até onde pode chegar para que não execute o trabalho da Ordem DeMolay, mas apenas o viabilize.

A Associação DeMolay Alumni é uma instituição a serviço do Sênior DeMolay, através do qual os alumnis poderão dar sua contribuição à sociedade, e à Ordem DeMolay. Inspirada na frase “Sozinhos somos fortes, unidos, imbatíveis”, a Associação DeMolay Alumni atua em 2 frentes:

1 – Ações voluntárias que, coordenados pela Associação DeMolay Alumni do seu Estado, pode ser convidado a prestar serviços à sua comunidade. (Por exemplo: Os médicos associados, ou não associados, podem ser convidados a comparecerem em dia e local, previamente estabelecidos, para prestar serviço de consulta médica à população carente);

2 – Viabilização dos trabalhos da Ordem DeMolay, pois parte da capitação anual dos associados é destinado à um fundo que funciona para financiar projetos de assistência social, apresentados e executados pelos DeMolays Ativos. (Tais projetos causam um impacto muito positivo na vida das pessoas beneficiadas).

Saiba mais em: http://www.alumnibrasil.org/site/quem-somos

.

junho 08, 2010

O Congresso da Família DeMolay


Programação:

Dia 01/07/2010 – Quinta-feira
- 19:00h – Elevação Distrital ao Grau DeMolay – Muito Respeitável Grande Loja Maçônica do Distrito Federal

Dia 02/07/2010 – Sexta-feira
- 08:00h – Início do Credenciamento
- 14:00h – V CONDAB
- 18:30h – Encerramento do Credenciamento
- 20:00h – Abertura do VI CNOD/ Lançamento do Selo Comemorativo dos 30 anos de DeMolay Brasil
- 22:30h – Jantar de Boas Vindas e do Hall da Fama

Dia 03/07/2010 – Sábado
- 08:00h – Assembléia Geral do SCODRFB (Votação da Reforma Estatutária) – Auditório Planalto
Salas Especiais:

- 08:00h – Grupos de Trabalho – GT – As sete virtudes de um Líder
- 08:00h – Grupos de Trabalho – GT – Ritualística
- 08:00h – Grupos de Trabalho – GT – Rodada de Conversações com o PGMI e demais visitantes internacionais
- 08:00h – Grupos de Trabalho – GT – Ordem da Cavalaria
- 08:00h – Grupos de Trabalho – GT – Ordem dos Escudeiros
- 08:00h – Grupos de Trabalho – GT – Palestra para: Estrelas do Oriente, Arco Iris, Filhas de Jó e Parentes – “Integração da Família Paramaçônica Brasileira” – Com o Tio Paulo Fernandes Silveira Past Grande Inspetor Liturgico do Distrito Federal
- 08:00h – Palestra e Debate “Participação da Juventude na política e Movimentos Sociais” – Paletrante a definir

- 10:00h – Palestra e Debate “Educação Pública Universal e Cotas Raciais” – Auditório Máster – Com o Senador Cristovam Buarque

- 12:00h – Encerramento definitivo do Credenciamento
- 12:00h – Almoço
- 14:00h – Retorno para a Assembleia Geral do SCODRFB – Auditório Planalto
Continuação da Reforma Estatutária

* Eleição do Mestre Conselheiro Nacional e do Mestre Conselheiro Nacional Adjunto
* Escolha da Cidade Sede do CNOD de 2012
* Apresentação Especial de Ritualística – 4 Edição EUA – História dos Rituais – Sala 01
- 16:00h – I Torneio Nacional de Conhecimentos da Ordem DeMolay – Sala 02
- 19:00h – Jantar
- 20:00h – Encerramento do VI CNOD Posse do MCN e MCN Adjunto Auditório Planalto

Dia 04/07/2010 – Domingo
- 09:00h – Sessão Anual do SCODRFB

Dia 05/07/2010 – Segunda-Feira
- 10:00h – Sessão Solene na Câmara Federal em homenagem ao Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil e aos 30 anos da Ordem DeMolay no Brasil, proposta pelo Senhor deputado federal Tadeu Filippelli – Entrega da Carta de Brasília aos três poderes.

Música: I'm Living DeMolay

I'm Living Demolay
Howie Damron



Ser DeMolay é . . .

... conciliar a esperança com a realidade da Ordem hoje.

O DeMolay deve ter a esperança de se tornar o melhor líder entre seus irmãos e guiá-los rumo ao caminho da formação da cidadania honrada e na luta por nossos baluartes (...)
Este processo valoroso se dá com a interação com seus Irmãos, aprendendo, reconhecendo, debatendo, vivenciando e buscando o aperfeiçoamento pessoal. As vezes, de forma fácil e passageira, outras, com medo e delonga. O segredo é ultrapassar suas fronteiras, atingir seus limites e demarcar novos caminhos.

O círculo de formação DeMolay deve ser virtuoso, e constante. Ser DeMolay é sentir-se no círculo. Ser DeMolay é ser "constante".

Nenhum DeMolay é DeMolay sozinho. O todo é superior a soma das partes, a cooperação se transforma em cada ação. Cada um contribuindo com o outro, é condição indispensável para existência da Ordem DeMolay.

Ser DeMolay é carregar consigo o sentido da paz consigo mesmo, paz com o sentido da vida.

Ser DeMolay é ter a plena certeza, que mais importante que os bens materiais, o que importa não é o QUE você tem na vida, mas QUEM você tem na VIDA.

Ser DeMolay é viver a "iniciação" a cada dia. As lições aprendidas devem ser um guia presente, fazendo o refletir e repensar suas rotinas.
Se viver de forma conforme com a lição da sua Iniciação, viverá bem, será útil a si próprio, aos outros e à sociedade. Nada mais precisa de fazer. Nada mais lhe é exigível.

Ser DeMolay é ser simples, não é necessário grandes proezas, viva nossos princípios, tanto quanto for possível. Alie a sabedoria as virtudes cardeais, abra o coração as chamas sagradas e coloque nele: caridade, humildade e tolerância.
Ser DeMolay é ser reconhecido por sua forma de agir, sempre correto e franco, por suas palavras amigas e sinceras e por sua manifestação fraternas e solidárias.

Ser, simplesmente e Ser - não Parecer! Ser como é. Ser aquilo em que se transforma.

Ser DeMolay verdadeiramente, não tente PARECER ser. Se não tornar-se-á um profano que passou por uma iniciação, mas não foi verdadeiramente iniciado. Nenhum verdadeiro DeMolay se incomodará com isso, porém nenhum verdadeiro DeMolay reconhecerá como um de nós, até que deixe de tentar parecer e começar a SER.

Texto adaptado de Ser maçom é, escrito por Rui Bandeira. M.M

(...)
Paulo Júnio de Lima - Mestre Conselheiro Regional 5ª Ofex. GCEMG
Secretário Estadual - Presidente da Escola Mineira de Ritualística

Ano DeMolay de Doação de Sangue !

Fundação Hemominas

Instituída em 26 de dezembro de 1989, através da Lei n° 10.057, a Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais – Hemominas -, com personalidade jurídica própria, de direito público, vincula-se à Secretaria de Estado da Saúde (SES) e tem por finalidade assegurar unidade de comando e direção às políticas estaduais relativas à hematologia e hemoterapia, garantindo à população a oferta de sangue e hemoderivados de qualidade.

Com origens que remontam a 10 de janeiro de 1985, com a criação do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais, unidade então subordinada à Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), a Fundação Hemominas segue as diretrizes técnicas e legais do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.
A Fundação Hemominas desenvolve atividades nas áreas de prestação de serviço, assistência médica, ensino, pesquisa, desenvolvimento tecnológico, produção, controle de qualidade e educação sanitária.

Missão
Atuar na área de hematologia, hemoterapia, células e tecidos com excelência e responsabilidade social. 
Visão
Ser reconhecida como organização de excelência mundial em serviços de saúde.
Valores
Somos comprometidos com a melhoria contínua.
Nossa conduta é orientada pela ética.
Agimos com responsabilidade social.
Respeitamos e valorizamos o ser humano.
Saiba mais em: Sup. Conselho da Ordem DeMolay para Republica Federativa do Brasil

DeMolay: Uma Filosofia de Vida

Faz algum tempo que convivo com a filosofia de vida proposta pela Ordem DeMolay, não é algo implícito ou imposto quando somos iniciados a fileiras de um Capitulo, mas aos poucos percebemos que antes de pensar em uma ação, nos lembramos "de qual impacto isso causará ao meu Capítulo, e como seremos visto pelos nossos pares".


Às vezes se torna um paradigma de quão importante é a visão de liderança que a Ordem DeMolay nos transmite, quando somos integrados as colunas de um Capítulo, vemos como o Mestre Conselheiro conduz os trabalhos, introduzimos em nossas metas enquanto DeMolay, a vontade de sentar-se no Oriente, e fazer mais por nossa causa. E isso não pode demorar muito, pois temos outras metas de vida, e para um momento ideal, um objetivo deve ser atingido de cada vez, para que a satisfação seja de um trabalho “bem feito”.

Enfatizo também o ciclo de amizades DeMolay que é formado através da afinidade, quão inexplicável, pessoas que você mal conhecia que às vezes nunca tinha visto na vida, se torna em alguns minutos “irmãos”, amigos de infância e “cúmplices de segredos”. Em todo circulo de amizades nos identificamos com aqueles que tenham as mesmas formas de pensa e agir, que as nossas. A DeMolay solidifica estes laços que se tornam eternos. Assim como em uma família, a DeMolay insere-se num contexto em que valores como “união”, “respeito”, “fidelidade”, “poder” e “amor”, permanecem agregados em nossos corações a todo o momento, e os levamos, para faculdade, trabalho e para sociedade.


Falando em sociedade, lembramos do nosso compromisso para com os necessitados e as escolas públicas, o preceito de “solidariedade” se transforma em uma constante em nossa rotina diária. Retornamos ao tema: “Filosofia de Vida DeMolay”, poderia resumi-la as virtudes que regem as nossas reuniões e que em forma de sete luzes sagradas, brilham no interior de cada DeMolay dentro e fora dos seus Capítulos. “Amor Filial, Reverência pelas Coisas Sagradas, Cortesia, Companheirismo, Fidelidade, Pureza e Patriotismo”.



Sete guias perfeitos para nossa alma, sete jeitos de viver, sete maneiras de ver o mundo ou de mudá-lo, isso já depende de cada um.



A proposta é muito boa, mas seguir ou não, é uma questão de opção.
(...)
Paulo Júnio de Lima - Mestre Conselheiro Regional 5ª Ofex. GCEMG
Secretário Estadual - Presidente da Escola Mineira de Ritualística